Teto da previdência: qual é e como complementar (GUIA)

Home / Teto da previdência: qual é e como complementar (GUIA)

Teto da previdência

Quer ganhar mais do que o teto da previdência? Então, você precisa iniciar um planejamento financeiro o mais rápido possível.

Só dessa forma é possível conquistar uma renda mais confortável na aposentadoria, que seja complementar ao INSS. 

O caminho inclui o investimento em previdência privada no longo prazo. Mas como organizar essas medidas de organização financeira? Qual é o teto da previdência atual e como superá-lo com aportes regulares e investimentos inteligentes? 

É o que vamos descobrir nas próximas linhas.

Qual é o teto da previdência no INSS?

O teto da previdência no INSS é o limite de rendimento mensal que um aposentado pode obter no Brasil.

Todo ano, o teto passa por um reajuste baseado na inflação (a partir do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, o INPC) referente ao ano anterior.

Em janeiro de 2020, o teto da previdência foi reajustado para R$ 6.101,06. Até então, ele tinha o valor de R$ 5.839,45.

Considerando o teto, não importa o valor do salário que o profissional tinha antes de se aposentar, nem o valor das contribuições feitas ao longo da vida. O máximo que ele vai obter ao se aposentar é aquele estipulado. 

Existe teto na previdência privada? 

Não existe teto na previdência privada. O valor que você recebe ao resgatar o investimento varia conforme o montante do capital investido e os rendimentos durante o período.

É importante ter em mente que a previdência privada é um investimento de longo prazo oferecido por diferentes instituições financeiras e que funciona como um complemento ao INSS.

Como não existe um teto e o dinheiro geralmente fica rendendo por anos, a rentabilidade é bastante atraente para o investidor. 

Na modalidade, o investidor faz aportes com a quantia e periodicidade que desejar, e o dinheiro fica rendendo até ser resgatado.

Dessa forma, você tem mais flexibilidade e pode planejar o investimento, considerando a renda que deseja obter no futuro.

Já a rentabilidade varia conforme o fundo em que o capital é investido, o plano (PGBL ou VGBL) e o regime de tributação (regressivo ou progressivo) escolhidos pelo investidor. Então, na prática, trata-se de uma forma de garantir uma aposentadoria mais confortável financeiramente e superar o teto da previdência do INSS.

Como receber mais do que o teto da previdência 

Se você quer garantir uma aposentadoria que ultrapasse o teto da previdência, o ideal é começar a se organizar o mais rápido possível. Nas próximas linhas, elencamos as principais medidas que você deve adotar:

Planejamento financeiro

Tudo começa com o planejamento financeiro, por meio do qual você identifica os seus objetivos e traça estratégias para alcançá-los no futuro. É essencial traçar uma perspectiva de longo prazo, considerando que a ideia é obter uma renda maior na aposentadoria.

Outra medida inicial importante é criar um colchão financeiro: uma reserva de emergência equivalente a pelo menos 6 meses do seu custo de vida atual. Esse dinheiro deve ficar reservado e ser utilizado somente em casos de imprevistos, como a necessidade de um tratamento médico, por exemplo.

Com esse colchão financeiro, você tem uma segurança extra e pode partir para os próximos passos.

Faça um diagnóstico das finanças

O diagnóstico do orçamento é indispensável para avaliar a sua saúde financeira, identificar quais são os gastos que comprometem a renda e elaborar estratégias mais adequadas para gerenciar o dinheiro.

Nesse sentido, inicialmente, você deve fazer uma planilha para controle financeiro, caso ainda não utilize nenhuma. Descreva todos os seus gastos fixos e variáveis mensais, possíveis dívidas e o valor da sua renda. 

Dessa maneira, você terá uma visão ampla da sua vida financeira. A ideia é olhar para os números de forma crítica para entender quais são os pontos em que é necessário melhorar.

Defina metas

O planejamento também deve incluir a definição de metas. Identifique qual é a média de renda que você gostaria de receber no futuro, considerando seu estilo de vida.

Essa definição servirá como base para planejar seus investimentos.

Invista em previdência privada

Por fim, não deixe de investir em previdência privada. Conforme vimos, ela é uma maneira eficaz para receber mais do que o teto da previdência.

Além disso, esse tipo de investimento proporcionada benefícios fiscais importantes, como restituição de Imposto de Renda e alíquota de apenas 10% para investimentos acima de 10 anos no modelo de tributação regressiva.

Aí, a rentabilidade fica ainda maior no longo prazo.

Mas não se esqueça de que o investimento requer disciplina e a realização de aportes regulares. De preferência, eles devem ser feitos mensalmente e com valores suficientes para alcançar a renda que você deseja no futuro.

Com essas dicas em mente, você vai conseguir ganhar mais do que o teto da previdência do INSS. Você ficou com alguma dúvida? Pretende começar a investir agora para alcançar um futuro mais confortável e tranquilo? Deixe um comentário.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.