Qualidade de vida na terceira idade: como alcançar um futuro melhor

Home / Qualidade de vida na terceira idade: como alcançar um futuro melhor

A qualidade de vida na terceira idade é um tema cada vez mais relevante. Afinal, as pessoas mundo afora estão vivendo mais, fruto de uma crescente expectativa de  vida. 

Viver mais, no entanto, não significa necessariamente viver melhor – e esse é justamente o ponto de discussão aqui.

Será que é possível levar esse dois indicadores juntos e envelhecer com saúde física, emocional e financeira e com um sorriso no rosto?  É o que vamos descobrir neste artigo!

Siga acompanhando!

O que é qualidade de vida na terceira idade?

A qualidade de vida na terceira idade diz respeito a alcançar a maturidade com saúde física, emocional e financeira, tendo tranquilidade e bem-estar para curtir essa fase especial da vida.

Para muitos, o conceito de qualidade de vida é relativo e sujeito a diferentes interpretações, mas, nos dicionários, a definição é bem clara. Uma de suas acepções é: “Indicador que mensura o nível de acesso às condições básicas e suplementares que uma pessoa pode ter”.

Já a Organização Mundial da Saúde (OMS), em seu glossário, encontrou uma maneira um pouco diferente de caracterizar a qualidade de vida, definindo-a como a percepção que temos da nossa posição dentro do contexto cultural e do sistema de valores em que vivemos. Tudo isso em relação às nossas crenças, expectativas e preocupações. 

Para mensurar a nossa qualidade de vida, portanto, precisamos levar em conta os aspectos emocionais, físicos e psicológicos, as relações pessoais e as condições sociais e econômicas.

Nesse contexto, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) acaba sendo uma das melhores formas de estimar a qualidade de vida de um determinado país. No mais recente ranking divulgado, o Brasil ocupava o 79º lugar entre 189 nações analisadas.

No entanto, no que se refere à expectativa de vida, o país mostrou crescimento e hoje, segundo dados do IBGE, a expectativa de vida média da população é de 76,3 anos. Até 2060, esse número deve chegar aos 80. 

Novamente, o questionamento se faz necessário: será que viver mais significa também viver bem? Pelo que vimos até aqui, ao entender a qualidade de vida na terceira idade, nem sempre isso acontece.

O que significa ter qualidade de vida para você?

Como vimos, a OMS tem a sua própria caracterização de qualidade de vida, mas nada impede que a sua definição seja diferente. Para você, qualidade de vida pode significar ter condições financeiras para comprar o que quiser, sem que isso pese no seu orçamento mensal.

Também pode ser que queira dizer ter saúde, o emprego dos sonhos, pessoas ao seu lado que ofereçam suporte, carro próprio na garagem e uma casa para chamar de sua.

Ou ainda, uma soma desses fatores mais a capacidade de planejar o seu futuro e o de sua família para viver a vida com segurança e tranquilidade. 

O mais importante é fazer uma reflexão, até para que estabeleça as ações necessárias para alcançar a qualidade de vida na terceira idade. E não importa quantos anos você tem hoje, pois essa é uma preocupação importante desde jovem.

Como alcançar qualidade de vida na terceira idade?

Envelhecer com qualidade de vida pode ser desafiador, mas de forma alguma é algo impossível. Vamos mostrar como ter saúde física, emocional e financeira com um sorriso no rosto na terceira idade. 

Cuidar da saúde física

À medida que os anos vão passando, os cuidados com a saúde física precisam ser redobrados. Por isso, a dica é investir em prevenção. Aposte nos check-ups, siga as recomendações médicas e fique de olho no seu histórico familiar para assegurar o seu bem-estar.

Prestar atenção também nos componentes emocionais

Muitas vezes, nossa saúde física fica debilitada por conta de fatores emocionais que podem ser controlados por nós. Estresse, ansiedade, desânimo e esgotamento são alguns sintomas que merecem atenção, sobretudo se forem recorrentes e manifestados perante os mesmos estímulos. 

Estar ligado na sua saúde financeira

A qualidade de vida na terceira idade também depende das decisões que tomamos em relação ao dinheiro ao longo do tempo. Por isso, a saúde financeira é tão importante.

Mas não se preocupe, pois ela não é nenhum bicho de sete cabeças. Seguindo alguns cuidados básicos, é possível se manter sadio também nesse aspecto.

Analisar suas contas regularmente, evitar as compras por impulso, criar um fundo de emergência, definir objetivos de curto, médio e longo prazos e se preparar a sua aposentadoria são alguns exemplos de medidas financeiramente saudáveis. 

Planeje agora um futuro de mais qualidade

Ninguém precisa chegar à terceira idade (ou próximo a ela) para começar a pensar no que fazer após a aposentadoria. Afinal, como vimos, a saúde financeira é um processo que vai se dando aos poucos, que exige planejamento e que impacta diretamente na qualidade de vida também.

Por isso, investir em um plano de previdência privada pode fazer toda a diferença. Desde cedo, o profissional vai desenvolvendo a capacidade de tomar decisões positivas para suas finanças pessoais, como, por exemplo, levando em conta a importância de poupar regularmente e de maneira inteligente. 

O blog Sua Previdência Privada acredita que esse é o investimento ideal para um futuro de maior tranquilidade financeira. Por isso, a gente se dedica a avaliar os diferentes planos do mercado e destacar os melhores. Se a qualidade de vida na terceira idade é uma meta, comece por aqui. 

Fique por dentro dos nossos artigos e dicas e, se desejar, faça contato conosco!

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.