Qual é o melhor: previdência privada ou fundos multimercados?

Home / Qual é o melhor: previdência privada ou fundos multimercados?

Há inúmeras opções de investimentos para quem deseja uma renda complementar à previdência social. Entre as opções estão a previdência privada e os fundos multimercados. Qualquer uma das modalidades pode ser utilizada, mas é necessário avaliar a opção que melhor se encaixa no seu perfil. Pensando nisso, reunimos detalhes sobre as duas opções de investimento para que você possa escolher entre previdência privada e      fundos multimercados.

O que é previdência privada?

A previdência privada tem como principal objetivo economizar dinheiro para complementar a previdência do INSS. A finalidade é garantir uma renda maior quando a pessoa deixar de trabalhar. Para aderir à previdência privada, é necessário entender que existem duas modalidades de plano: Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL).

O PGBL é indicado para quem declara o imposto de renda pelo modelo completo, enquanto o VGBL é mais recomendado para quem faz a declaração simplificada. É importante entender que as taxas, custos e rendimento variam conforme o plano escolhido.

O que são fundos multimercados?

De maneira resumida, podemos dizer que fundos multimercados servem para diversificar o investimento de seus recursos em diversas classes de ativos, como:

– Renda fixa

– Moedas

– Ações e commodities (mercado doméstico ou internacional)

Sendo assim, é possível perceber que os fundos multimercados representam uma opção de investimento em conjunto, ou seja, reúnem recursos de vários investidores. Os ganhos e lucros são divididos entre os participantes de acordo com o valor investido por cada um. Além disso, quem investe em multimercados tem a opção de realizar aplicações em renda fixa e renda variável, garantindo diversas formas de rentabilidade.

Principais diferenças entre previdência privada e fundos multimercados

A escolha entre previdência privada e f undos multimercados vai depender do perfil do investidor. Se você está na dúvida sobre qual investimento fazer, confira algumas diferenças entre eles que podem ajudá-lo      a decidir:

  Previdência privada Fundos multimercados
Flexibilidade São dois tipos de plano: o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). Opera com diversos tipos de ativos, variando entre renda fixa, ações de empresas, moedas e até investimentos no exterior.
Tributação Não há cobranças de come-cotas. Pode haver cobrança de come-cotas, em que, além do IR cobrado no resgate, há um recolhimento realizado semestralmente.

Outro ponto a se considerar é que os planos de previdência privada não entram em inventários; é possível indicar no contrato quem você deseja colocar como beneficiário dos seus recursos. É primordial entender também que há fundos multimercados desde os mais conservadores até os mais arrojados, e você precisa identificar o melhor para o seu perfil.

Três critérios para escolher entre previdência privada e fundos multimercados

Como você já deve ter percebido, as duas modalidades são distintas. Ao escolher entre um plano de previdência privada e fundos multimercados     , é necessário levar em consideração alguns critérios, como:

– Estar atento aos dois tipos diferentes de previdência privada: o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre)    

– Conhecer      as taxas      cobradas em cada plano    

– Entender o nível de risco dos multimercados, que pode variar de acordo com a estratégia de investimento adotada em cada um e também com os tipos de ativos incluídos na carteira    

Vantagens de ter previdência privada e investimentos em fundos multimercados

Você já deve ter percebido que é possível investir em previdência privada ou em fundos multimercados ao mesmo tempo. Confira algumas das principais vantagens e desvantagens de cada tipo de investimento     :

Previdência privada


Vantagens 🡪 Não há a cobrança de come-cotas; os planos de previdência privada não entram em inventários quando o titular morre.

Desvantagens 🡪 Taxa de carregamento e taxa de saída podem ser cobradas; dependendo do seu estado, o Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doações (ITCMD) pode ser cobrado.

Fundos multimercados


Vantagens 🡪 Alta rentabilidade; flexibilidade, operando com diversos tipos de ativos, variando entre renda fixa, ações de empresas, moedas e até investimentos no exterior; rendimentos acima do praticado no mercado.

Desvantagens 🡪 Cobrança de come-cotas; além do IR cobrado no resgate, há um recolhimento realizado semestralmente.

Dúvidas sobre previdência? Acesse www.suaprevidencia.com.br e fique bem informado.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.