Exercícios mentais: veja 8 estratégias para treinar seu cérebro

Home / Exercícios mentais: veja 8 estratégias para treinar seu cérebro

Os exercícios mentais ajudam a estimular a mente e favorecem o desenvolvimento de novos aprendizados. Não por acaso, são indicados pelos especialistas como uma prática que deve ser incorporada à rotina.

Mas você sabe como exercitar o cérebro e garantir que o seu potencial cognitivo seja aproveitado ao máximo? Neste artigo, explicamos a importância dos exercícios mentais e como eles podem ser adaptados a seu dia a dia.

Acompanhe!

O que são exercícios mentais?

Da mesma forma que o corpo necessita de estímulos para se manter ativo e em pleno funcionamento, o cérebro também precisa ser exercitado para seguir “em forma”.

Os exercícios mentais são, então, uma forma de potencializar a capacidade produtiva da mente e propor treinos que evitem perda de cognição.

Inclusive, o neurocientista Lawrence Katz, autor do livro Mantenha o seu cérebro vivo, criou um termo específico para descrever a ginástica voltada para o cérebro: neuróbica. Vamos entender como funciona?

Como os exercícios mentais funcionam?

Os princípios da neuróbica mostram que os exercícios mentais servem para permitir que você execute de forma mais consciente as suas ações, o que vai desencadear reações cerebrais e emocionais que estimulam as sinapses.

As sinapses, por sua vez, levam à criação de novas conexões entre os neurônios. É como se um registro adicional fosse feito no seu cérebro. Mas, na prática, o que isso significa?

Significa que é importante se desafiar não apenas a adotar hábitos que modifiquem a rotina, mas também realizar as mesmas atividades de modos diferentes.

Nesse sentido, é fundamental entender que há um natural declínio na velocidade com que processamos informações conforme os anos passam. O que podemos fazer para reduzir o impacto da idade sobre o cérebro, então, é mantê-lo ativo.

Atividades tão simples quanto mudar o caminho até o trabalho, tentar escrever com a outra mão e vestir a sua roupa de olhos fechados podem se transformar em exercícios mentais que estimulam o sistema nervoso a sair da zona de conforto e criar novas alternativas.

O resultado é que você deixa de agir no automático e passa a operar com mais atenção, aberto às possibilidades.

Benefícios dos exercícios mentais

Os benefícios possíveis da prática frequente de exercícios mentais são inúmeros. Confira alguns deles nesta lista:

  • Melhoria da capacidade de atenção
  • Reforço da memória
  • Desenvolvimento da linguagem e do raciocínio lógico
  • Prevenção e combate ao declínio cognitivo
  • Proteção contra doenças degenerativas, a exemplo do mal de Alzheimer

Mas vale a observação: tais vantagens só são percebidas de fato quando vira um hábito praticar exercícios mentais. Da mesma forma, efeitos duradouros dependem da manutenção das práticas.

8 exercícios mentais para treinar o cérebro

Depois de ver que vale a pena colocar esse tipo de atividade na sua rotina, resta saber por onde começar. Separamos uma lista completa de exercícios mentais que vão ajudar você nessa missão. Confira:

1. Monte quebra-cabeças

Pode parecer atividade de criança, mas um bom quebra-cabeça estimula o raciocínio e a concentração. Para dificultar, você pode cronometrar o tempo e acompanhar o seu avanço.

2. Aposte na leitura

As redes sociais podem ser um obstáculo à concentração na leitura, mas que tal criar uma meta de livros lidos por ano? Ao definir objetivos, você encontra um incentivo a mais.

3. Desafie o seu paladar

Experimente novos sabores, que possam instigar o cérebro. Além disso, tente fazer o exercício de saborear a comida com calma e identificar os ingredientes utilizados no preparo. Isso também estimula o cérebro.

4. Experimente o novo

Há algo que você sempre sonhou em fazer, mas costuma ter medo ou receio? Desafie-se a viver novas experiências e a forçar o seu cérebro a armazenar aprendizados diferentes.

5. Aprenda uma palavra nova

Uma meta instigante pode ser, com a ajuda de um dicionário, aprender uma palavra nova a cada dia e fazer de tudo para que ela possa ser utilizada em suas conversas. Pode ser em português, inclusive, já que há cerca de 500 mil palavras.

6. Crie jogos mentais

Use a criatividade para desenvolver jogos mentais, como pensar em uma palavra e escrever outras cinco que comecem com a mesma letra. Buscar sinônimos e antônimos também pode ser um bom exercício.

7. Escove os dentes com a outra mão

Seguindo o mesmo princípio de escrever com a mão contrária à habitual ou mudar de lado o mouse do computador, tente escovar os dentes com a outra mão e desenvolva uma nova habilidade. Você pode se surpreender.

8. Memorize a lista do supermercado

Você pode até fazer a lista escrita, mas o importante é memorizar os itens antes de ir ao supermercado e tentar lembrar-se de cada um deles. Criar uma sequência lógica, adaptada ao mapa das prateleiras, pode ajudar.

Por que fazer exercícios mentais?

Manter a mente em desenvolvimento e garantir que ela continue sã é um exercício de pensar no seu futuro e assegurar que a terceira idade venha acompanhada de boas memórias e qualidade de vida.

É como iniciar uma previdência privada: você se prepara desde agora para colher os melhores frutos mais tarde.

A propósito, já pensou em investir no seu futuro financeiro? Somos um site especializado em oferecer informação de qualidade para ajudar você a tomar as melhores decisões na hora de iniciar e administrar o seu plano de previdência privada.

Siga navegando pelo nosso blog e encontre as melhores dicas!

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.