Saiba quando e como consultar restituição de imposto de renda

Home / Saiba quando e como consultar restituição de imposto de renda

Todo início de ano, diversos brasileiros têm uma obrigação: fazer a declaração do Imposto de Renda do ano anterior. No entanto, após realizar a declaração, começam a surgir as dúvidas sobre como consultar a restituição do Imposto de Renda e quem tem ou não direito ao reembolso. 

De forma simples, a restituição é paga ao contribuinte que pagou mais impostos do que devia, seja pelo recolhimento diretamente na folha de pagamento ao longo do ano ou por deduções que a Receita faz por gastos específicos. 

Para consultar a restituição do Imposto de Renda, é preciso conferir os detalhes no site da Receita Federal e entender as informações a serem analisadas. Acompanhe o artigo abaixo para entender como funciona, quem tem direito de receber e como consultar a restituição do Imposto de Renda. 

Como funciona a Restituição de IR?

Existem diversos brasileiros que têm a obrigação de declarar o Imposto de Renda. Após fazê-la, o programa da Receita Federal realiza os cálculos do valor do imposto devido por aquela pessoa. 

No entanto, são muitos os que têm o imposto de renda recolhido pela empresa na qual trabalham diretamente na sua folha de pagamento e o valor já vem descontado no holerite. Ao final dos doze meses de contribuição, esse contribuinte possui um valor já pago. Contudo, após esses cálculos feitos, é possível que esse valor seja maior que o devido e, por isso, há a restituição.

Além disso, dentro dos cálculos feitos, algumas deduções podem ser feitas como gastos com saúde, farmácia, previdência privada, educação, entre outros, assim como as deduções que acontecem por dependentes. Dessa maneira, também pode haver a restituição para esse contribuinte.

Em resumo, é por isso que a Receita Federal libera os lotes de restituição do Imposto de Renda. Quem tem direito ao reembolso, possui dinheiro a receber de volta por ter pagado mais imposto do que deveria ao longo do ano anterior. Dessa forma, é sempre preciso consultar a restituição do Imposto de Renda para saber se você tem direito. 

Como consultar a restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal deposita o valor diretamente na conta corrente ou poupança especificada na declaração para o contribuinte que tem direito a restituição do Imposto de Renda. 

A restituição fica disponível na conta bancária por um ano. Porém, se o contribuinte não fizer o resgate nesse período, ele deverá fazer requerimento, por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Passo a passo para consultar a restituição do Imposto de Renda

Apesar de parecer um processo difícil e burocrático, consultar a restituição do Imposto de Renda é muito simples. Para isso, basta seguir os seguintes passos:

  1. Acesso o site oficial da Receita Federal e entre na pagina “serviço da restituição”;
  2. Informe seus dados pessoais (CPF e data de nascimento);
  3. Preencher os caracteres do código verificador que aparecerá;
  4. O ano do exercício da declaração já estará configurado na página;
  5. Clique em “Avançar” e consultar o “Status da sua Restituição”.

Dessa forma, você terá acesso ao valor restituído e em qual lote ele será depositado. 

Além do site, é possível consultar a restituição do Imposto de Renda  via aplicativo para tablets e smartphones, seguindo o passo a passo a seguir:

  1. Instale o aplicativo “Pessoa Física” em seu aparelho (disponível para Android ou iOS);
  2. Clique em “Consulta Restituição”. 
  3. Insira seu CPF;
  4. Insira o ano da declaração da restituição; 
  5. Clique na lupa de pesquisa e pronto. 

Uma grande vantagem de ter o aplicativo instalado no celular, é que o  contribuinte também receberá uma notificação quando a restituição for liberada para saque e poderá realizar outras ações relacionadas ao Imposto de Renda e ao CPF por ele. 

Ainda, existe uma terceira forma de consultar a restituição do Imposto de Renda. Basta ligar no Receitafone, no número 146, e seguir os passos solicitados durante a ligação. 

Cronograma de restituição do Imposto de Renda 2020

A Receita Federal divulga anualmente as datas previstas para os depósitos do reembolso. Dessa maneira o contribuinte pode se preparar financeiramente tendo uma previsão de quando o dinheiro cairá em sua conta. 

Esses depósitos são feitos em lotes, ou seja, a restituição é depositada mensalmente durante o ano da declaração vigente. Por isso, é importante ficar atento ao cronograma dos lotes de restituição do Imposto de Renda. Em 2020, estima-se que o prazo para restituição seja estendido devido ao cenário causado por conta da pandemia de Covid-19. 

  • 1º lote: 29 de maio;
  • 2º lote: 30 de junho;
  • 3º lote: 31 de julho;
  • 4º lote: 28 de agosto;
  • 5º lote: 30 de setembro.

Os primeiros lotes são voltados prioritariamente para pessoas com mais de 80 e 60 anos, portadores de deficiência física ou doenças graves e contribuintes cuja principal fonte de renda seja o magistério. Após isso, a prioridade é de acordo com o envio da declaração. Ou seja, quanto antes enviar, mais cedo recebe a restituição. 

Detalhes importantes a considerar

Em 2020, devido à pandemia causada pelo Covid-19, a Receita Federal estendeu o prazo para declaração para 30 de junho de 2020. 

Além disso, é muito importante saber se você precisa declarar o Imposto de Renda 2020.  Para ser obrigatório fazer a declaração, o contribuinte deve possuir uma das seguintes características:

  • Teve rendimento anual superior a R$ 28.559,70, o que dá uma média de R$ 2.379,98 por mês, em 2019;
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte em valor superior a R$ 40 mil;
  • Realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros ou semelhantes;
  • Quem exerce atividade rural e teve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em 2019;
  • Possuía possuíam bens ou direitos no valor total superior a R$ 300 mil em até  31 de dezembro de 2019. 

Se após você consultar a restituição do Imposto de Renda e ver que tem direito, mas o valor não cair na sua conta, você deve entrar em contato através dos seguintes meios:

  • Procurar uma agência do Banco do Brasil;
  • Ligar para 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) ou 0800-729-0088 (para deficientes auditivos).

Portanto, agora você já sabe se deve declarar e como consultar a restituição do Imposto de Renda. Viu como é simples? Acompanhe nosso blog para mais dicas como essa. 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.