IR 2020: como declarar FIIs?

Home / IR 2020: como declarar FIIs?

IR 2020: como declarar FIIs?

06/05/2020 | Previdência | Nenhum comentário

Em 2019, as ofertas de Fundos Imobiliários cresceram 128%, além de os FIIs terem

fechado com R$ 35,77 bilhões. Se você também investiu no mercado imobiliário, saiba que

é preciso declarar no Imposto de Renda (IR). Mas, afinal, como declarar FIIs?

Toda aplicação e rendimentos devem ser declarados no IR, portanto, é preciso estar

sempre atento para não cair na malha fina. E isso serve tanto para os ganhos e proventos

recebidos como para a posição de FIIs.

Entenda como funciona a declaração e como declarar FIIs no IR 2020!

Como funciona a declaração de FIIs?

Já de imediato, vale dizer que ainda que o investidor não tenha feito o saque do lucro obtido com o fundo de investimento imobiliário no ano passado, 2019, deve declarar a aplicação no Imposto de Renda.

Para esse ano, o prazo para entregar a declaração de IR foi estendido para 30 de junho, mas já está valendo desde março. Então, já pode ir separando a papelada enquanto descobre neste texto como declarar FIIs.

Assim como todo processo de informar à Receita Federal seus rendimentos, a declaração de FIIs é uma forma de comprovar e justificar seus ganhos, investimentos, patrimônio e prejuízos.

Nesse sentido, saiba que até mesmo investimentos isentos, como poupança e LCI/LCA precisam ser declarados. Então, se você não resgatou, deve informar o valor pago no momento da aquisição.

Além disso, caso não tenha negociado fundos imobiliários em 2019, mas os tenha em seu patrimônio, também vai precisar declará-los. Lembrando sempre que patrimônios acima de R$ 300.000,00 são obrigados a serem declarados por si só.

Antes de entender como declarar FIIs, saiba mais sobre a tributação desse tipo de investimento. Continue!

Tributação

Investimentos em FIIs não são isentos de IR para vendas de até R$ 20.000,00 como com as ações, pois nesse caso o ganho de vendas é tributado independentemente do valor pelo qual foi vendido.

Para os Fundos Imobiliários, a alíquota é de 20% em qualquer tipo de negociação.

No entanto, são isentos os rendimentos com cotas negociadas apenas na Bolsa de Valores, em que há no mínimo 50 cotistas e o investidor deve possuir menos de 10% das cotas.

Já os prejuízos com operações de cotas podem ser abatidos de impostos em relação aos lucros dos meses seguintes.

Há também o desconto do então “dedo-duro”, que é o imposto retido na fonte. Este deve ser de 0,005% para aplicações comuns e 1% para Day Trade.

Agora que você já entendeu essa parte, saiba os passos de como declarar FIIs. Confira!

Como declarar FIIs?

Antes de tudo, é necessário ter acesso ao programa de imposto de renda de 2020, disponibilizado pela Receita Federal. Para isso, escolha uma dessas opções:

Feito isso, saiba como declarar FIIs:

  • selecione “Declaração de Ajuste Anual”;
  • no canto esquerdo, procure nas fichas da declaração por “Bens e Direitos”;
  • depois, clique em “Novo” e procure o código 73 – “Fundo de Investimento Imobiliário”;
  • informe os campos: localização e CNPJ do fundo;
  • em “Discriminação”, preencha com o nome do FII, nome da administradora e quantidade de cotas;
  • em seguida, informe o valor em “Situação em 31/12/2019”.

Lembrando que é necessário repetir o processo para cada FII comprado com saldo superior a R$ 140 em 31/12/2019.

Como declarar FIIs com ganho de capital?

O ganho de capital é calculado de modo que a diferença entre o valor de compra e o valor de venda é subtraída pelos custos das operações. É sobre esse resultado que incide a alíquota de 20%. Em casos de prejuízo, há isenção.

Para declarar ganho de capital com FIIs, use a ficha “Operações Fundos Investimento Imobiliário” e informe o resultado de suas operações a cada mês.

Lembrando que é preciso pagar o imposto de ganho de capital mensalmente por meio do DARF, Documento de Arrecadação da Receita Federal. O prazo para pagamento do DARF é até o último dia útil do mês seguinte ao da operação.

Como declarar proventos recebidos?

Até agora você entendeu como declarar FIIs e os ganhos de capital com esse investimento, mas e no caso dos proventos recebidos?

Nesse caso, há outra opção para isso, pois os proventos de Fundos Imobiliários são isentos de IR, então precisam constar na ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”.

Dentro dessa ficha, em “Tipos de rendimento”, selecione “Outros”, código 26. Preencha com CNPJ, nome do Fundo Imobiliário e o valor dos dividendos.

Como declarar posição de FIIs?

Há necessidade de declarar também a posição em FIIs em relação ao ano de 2019, ou seja, sua posição do dia 31/12/2019.

Nesse caso, abra a ficha “Bens e Direitos” e clique em “Novo”. Após, preencha o “Tipo de rendimento” com o código 73 – “Fundos de Investimento Imobiliário” e informe o CNPJ do fundo.

Já em “Discriminação”, informe o número de cotas, o nome do fundo e o custo de aquisição. Caso tenha sido apenas uma compra, informe o valor do preço pago, mas caso sejam várias cotas, informe um preço médio.

Agora que você já sabe como declarar FIIs de todas as maneiras possíveis, que tal conhecer mais sobre como é investir na previdência privada?

A Sua Previdência tem como principal objetivo ajudar você a entender que esse é um investimento bastante vantajoso para quem busca um futuro melhor! Conheça mais clicando aqui!

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.