Categoria: Nova categoria

Home / Categoria: Nova categoria

Engajamento no trabalho

Você conhece a importância do engajamento no trabalho? Sabe se os seus colaboradores estão realmente comprometidos com a empresa?

Dito de forma direta, altos índices de engajamento no trabalho levam a sua empresa a ser mais produtiva e lucrativa. Então, esse assunto deve ser tratado como prioridade para que seu negócio prospere.

Acha que seus funcionários não estão engajados? Fique tranquilo: neste artigo, vai aprender seis estratégias para promover o engajamento na empresa.

Sinais de engajamento no trabalho

Entender como está o engajamento no trabalho dos seus colaboradores é o primeiro passo para saber se há necessidades de melhoria.

Mas antes é preciso compreender o conceito. Resumidamente, engajamento no trabalho é um sentimento de pertencimento a partir do qual o profissional se mantém focado e motivado para entregar a melhor performance no trabalho.

É uma relação de reciprocidade: ao se sentir valorizado pela empresa, o colaborador permanece engajado nos objetivos do negócio.

Os principais sinais de engajamento no trabalho incluem:

  • Alto nível de produtividade
  • Fluidez no trabalho em equipe, que atua em prol dos objetivos organizacionais
  • Proatividade
  • Dedicação e empenho
  • Desempenho acima da média
  • Compromisso com as tarefas e rotinas da empresa.

Engajamento no trabalho dá resultado

Um estudo da Harvard Business Review sobre os impactos do engajamento na performance mostra que 71% dos entrevistados consideram o engajamento dos funcionários muito importante para alcançar o sucesso organizacional.

A pesquisa entrevistou 568 profissionais, sobretudo na posição de executivos e outros cargos de liderança, em grandes empresas.

Mas será os gestores estão realmente fazendo um bom trabalho em manter profissionais engajados?

Dados de 2017 da Gallup mostram que, ao redor do mundo, 85% dos funcionários não são engajados no trabalho.

Segundo a pesquisa, a baixa porcentagem de funcionários engajados (apenas 15%) é uma barreira para a criação de culturas de alta performance.

Para entender os resultados do engajamento no trabalho, a Gallup traz um insight importante: empresas que possuem funcionários engajados são 17% mais produtivas e 21% mais lucrativas do que empresas que não têm engajamento.

Ou seja: o engajamento no trabalho tem reflexos no bolso do empreendedor. Quanto maior é o engajamento, maior é o lucro.

Como aumentar o engajamento no trabalho

Tudo bem, você já sabe que o engajamento no trabalho é importante. Mas como aumentar os índices na sua empresa? Veja abaixo as principais estratégias que você pode adotar com os colaboradores:

1. Fortaleça a cultura organizacional

A cultura organizacional reflete o conjunto de crenças, hábitos e valores compartilhados pelas pessoas em uma empresa.

E, como uma cultura organizacional sólida, a tendência é o aumento do sentimento de pertencimento dos colaboradores, levando ao engajamento.

Mas como reforçar esse elemento? Por meio de ações como:

  • Comunicação interna clara e eficiente
  • Feedback constantes
  • Recrutamento de profissionais alinhados aos valores da empresa
  • Cumprimento dos hábitos e valores por parte da liderança.

2. Dê autonomia para a equipe

Quando o líder abre espaço para que os colaboradores também tomem decisões, automaticamente permite que eles se sintam valorizados.

O engajamento, como consequência, é maior, porque o funcionário se sente desafiado a mostrar todo o seu potencial.

Além disso, aumenta o pertencimento: ao tomar decisões, o colaborador tem a oportunidade de participar dos resultados alcançados a partir da autonomia e proatividade.

3. Desenvolva líderes

Criar um ambiente estimulante, que incentive os colaboradores a se desenvolverem, é essencial para aumentar o engajamento.

Nesse sentido, nada melhor do que desenvolver líderes na sua empresa.

Além de serem mais motivados, líderes são capazes de influenciar positivamente os demais integrantes da equipe a buscarem também o crescimento.

Para desenvolver a liderança, boas práticas incluem o investimento em treinamentos, mentorias e oportunidades.

4. Invista em previdência privada corporativa

Para levar o engajamento no trabalho a outro patamar, você também precisa motivar colaboradores em termos financeiros.

A previdência privada corporativa, ou previdência complementar fechada, ganha destaque nesse sentido.

Na modalidade, empresa e funcionários reúnem esforços para fazer aportes em fundos, que ficarão rendendo por anos até que os lucros sejam retirados.

É uma forma de garantir uma aposentadoria mais segura para os seus colaboradores  — e aumentar o engajamento justamente porque eles enxergam um benefício nisso.

Além disso, oferecer salário justo e condizente com a função e benefícios extras são estratégias úteis.

5. Defina objetivos e metas

Conforme explica Mike Kappel, fundador e CEO da Patriot Software, em um artigo para a Forbes, a definição de metas e objetivos organizacionais é outro passo importante.

A dica do autor é definir metas anuais, semestrais, trimestrais e anuais para que sejam trabalhadas pela equipe.

“Atingir metas é algo que incentiva o engajamento no trabalho”, defende Kappel.

6. Tenha comprometimento como líder

Por fim, não se esqueça de que, como líder, você precisa ter comprometimento em investir no engajamento dos funcionários.

E isso também inclui compreender o perfil dos colaboradores para traçar as melhores estratégias.

“É um compromisso da liderança focar nas necessidades específicas e individuais de cada funcionário”, afirma a VP de marketing Keshila Shannon, em artigo para o blog 15Five.

E então, ficou mais claro o conceito de engajamento no trabalho e como alcançá-lo. Então acesse nosso site e confira outros artigos sobre o assunto.

Funcionários satisfeitos

Você conhece os benefícios de ter equipes com funcionários satisfeitos? Altos níveis de motivação e engajamento entre colaboradores fazem uma diferença significativa nos resultados do negócio.

As vantagens vão desde o ganho de produtividade ao aumento do lucro. Mas manter os funcionários satisfeitos é um desafio para gestores e depende de uma série de medidas para fortalecer o capital humano.

Quer uma ajuda? Neste guia, confira as principais estratégias para elevar a satisfação entre os colaboradores.

Funcionários satisfeitos são ativos valiosos

Contar com funcionários satisfeitos já é um dos seus objetivos como gestor?

Lembre-se de que o capital humano é o recurso mais valioso de uma empresa. Afinal, sem ele, é impossível desenvolver alta performance e elevar os resultados do negócio.

Mas não basta simplesmente dispor de capital humano. É preciso que os níveis de satisfação entre os funcionários seja alto.

Tem dúvidas de que essa estratégia é um bom negócio? A empresa de pesquisa de opinião Gallup aponta que funcionários engajados são mais presentes, produtivos e atentos às necessidades do consumidor.

De acordo com os dados, equipes altamente engajadas resultam em uma rentabilidade 21% maior para o negócio.

Só que altos níveis de satisfação entre colaboradores não são a realidade no mercado. Dados de 2017 do Instituto Locomotiva publicados no G1 mostram que 56% dos trabalhadores brasileiros com carteira assinada estavam insatisfeitos com o emprego.

E aí, se a empresa estiver inserida nessa realidade, também não colhe os frutos de uma equipe motivada e engajada.

Por que manter os funcionários satisfeitos

Uma empresa com funcionários satisfeitos aproveita benefícios que vão desde o ganho de produtividade à redução de custos.

Descubra abaixo as principais razões para satisfazer os colaboradores.

1. Para aumentar a produtividade

Funcionários satisfeitos tendem a manter um nível elevado de motivação e bem-estar no trabalho.

Esses são fatores com impacto direto na produtividade: a capacidade de otimizar as rotinas de trabalho e fazer mais em menos tempo, sem perder a qualidade.

Para a empresa, o ganho de produtividade representa diminuição de custos, maior capacidade de atender clientes e aumento da rentabilidade.

2. Para atrair reter talentos

Se você quer montar equipes com desempenho elevado, então, precisa reunir esforços para manter os funcionários satisfeitos.

Afinal, a insatisfação no trabalho é um dos principais motivos que leva um colaborador a buscar vagas na concorrência.

E aí, você pode não consegue reter pessoas qualificadas na equipe.

Além disso, uma empresa com funcionários satisfeitos ganha uma reputação positiva no mercado, o que aumenta sua capacidade de atrair os melhores talentos.

E vale pontuar que, com a redução dos índices de rotatividade, a empresa também gasta menos com demissões, processos seletivos e treinamentos para novos profissionais.

3. Para aumentar a satisfação do cliente

Tenha em mente que manter os funcionários satisfeitos também gera vantagens perante o consumidor  — e esse é um benefício que não pode ser ignorado.

Em artigo para a Forbes, Ashira Prossack, consultora na área de ambientes de trabalho, explica que as interações dos funcionários definem o tom para uma experiência positiva ou negativa do cliente.

“Quando os funcionários não estão felizes no trabalho, suas interações com os clientes podem e quase sempre sofrerão. Ao longo do tempo, isso pode ter sérias repercussões para os negócios”, alerta a autora.

Como manter os funcionários satisfeitos

Agora vamos à parte prática: estratégias para manter os funcionários satisfeitos. Confira a seguir as principais ações que você deve implementar nessa hora.

1. Aprimore o clima organizacional

Na prática, o clima organizacional serve como um termômetro que indica o nível de satisfação e motivação dos colaboradores. Então, você deve fortalecê-lo ao máximo.

Como fazer isso? Por meio de medidas como:

  • Implementação da cultura de feedback
  • Reuniões periódicas com a equipe
  • Ambiente de trabalho saudável
  • Incentivo ao diálogo
  • Comunicação interna transparente
  • Valorização dos funcionários.

2. Ofereça plano de carreira e treinamento

O plano de carreira consiste em um planejamento da jornada de crescimento do colaborador dentro da empresa.

Já o treinamento é o caminho para que ele desenvolva as competências técnicas para ocupar cargos mais elevados na organização.

Quando utilizados em conjunto, esses recursos atestam que a empresa é comprometida com a carreira dos funcionários, contribuindo para elevar a satisfação e motivação entre eles.

3. Aposte em remuneração e vantagens competitivas

A satisfação entre funcionários também passa pela oferta de salários justos, que sejam competitivos em relação à concorrência e condizentes com a jornada de trabalho.

Além disso, vale a pena oferecer benefícios extras, como bônus por produtividade, participação nos lucros e flexibilidade de horários, por exemplo, para reforçar o contentamento dos colaboradores.

4. Ofereça previdência privada corporativa

Para manter seus funcionários satisfeitos, é importante ajudá-los a planejarem seu futuro financeiro.

Esta dica é uma extensão da anterior: oferecer previdência privada para os colaboradores é um benefício relevante e um diferencial competitivo para a empresa no mercado.

Além disso, trata-se de uma motivação para o longo prazo, já que a previdência é um investimento tem como objetivo garantir uma aposentadoria mais confortável e complementar aos benefícios do INSS.

Para isso, aposte no plano de previdência complementar fechada, por meio da qual empresa e funcionários investem em conjunto para que o dinheiro seja aplicado em fundos e fique rendendo ao longo dos anos.

5. Dê autonomia para os colaboradores

Permitir que os funcionários sejam autônomos no trabalho é essencial para que se sintam valorizados e desafiados e reforcem suas competências.

Uma maneira de fazer isso consiste em empoderar os colaboradores a tomarem decisões por conta própria, permitindo que eles desenvolvam um papel ativo nos resultados da organização.

Com a aplicação dessas estratégias, você verá o nível de engajamento e colaboração aumentar na sua empresa.

Gostou do artigos? Então acesse o nosso site e confira outros conteúdos sobre o assunto.