Ano sabático: benefícios e como planejar o seu

Home / Ano sabático: benefícios e como planejar o seu

Tirar um ano sabático é uma forma de investir no seu desenvolvimento pessoal e profissional. Mas, antes de reservar um período para esse desvio de rota, é necessário se planejar.

E o planejamento deve ser completo, começando pela organização das finanças, passando pela criação de um roteiro e finalizando com a comunicação da ideia à empresa em que estiver.

Parece um desafio e tanto colocar tudo isso em prática, não é mesmo? Mas os benefícios de um ano sabático compensam: ganho de resiliência, maior autoconhecimento e, claro, memórias para a vida toda.

Então, ficou interessado? Neste guia, descubra como tirar um ano sabático e finalmente se dedicar àquele sonho ou projeto que você tem em mente.

O que é um ano sabático

Ano sabático é um período de 12 meses dedicado a um projeto de vida paralelo ao trabalho, em que o profissional tira licença do cargo que ocupa. Durante esse tempo, ele pode se dedicar a projetos pessoais, como fazer um voluntariado ou viajar pelo mundo, por exemplo.

É importante frisar que o ano sabático é diferente de férias. Ele não está previsto nas leis trabalhistas. Ou seja: não é um direito do funcionário. Apesar disso, é um recurso que está ganhando destaque no mundo empresarial.

Empresas como HubSpot e Salesforce, por exemplo, oferecem períodos sabáticos (não necessariamente um ano, e sim períodos mais curtos, como uma semana) para os funcionários. Isso acontece porque esse período sabático é considerado uma oportunidade de crescimento pessoal e profissional. 

Entre os benefícios de tirar um ano sabático, destacam-se:

  • Crescimento pessoal e profissional
  • Ganho de experiência
  • Autoconhecimento
  • Oportunidade de explorar novos horizontes
  • Realização pessoal
  • Ganho de motivação.

Quem já tirou um ano sabático

Agora que você sabe o que é um ano sabático (e que ele pode ser uma oportunidade de crescimento), descubra três profissionais renomados que trilharam esse caminho:

1. Marc Benioff

Fundador e CEO da Salesforce, Marc Benioff já tirou um período  sabático de seis meses, viajando pelo mundo e refletindo sobre oportunidades no mundo da tecnologia. Esse tempo foi uma solução encontrada por ele depois de 10 anos trabalhando na Oracle, período em que se sentia esgotado. Justamente durante esse período que tirou para si mesmo, ele teve a ideia da Salesforce.

2. Steve Jobs

Sim, um dos maiores empresários americanos também já fez um período sabático. Fundador da Apple e considerado uma das grandes mentes criativas da tecnologia, Steve Jobs passou meses morando na Índia, onde praticava meditação nas montanhas. Ao voltar para casa, ele iniciou o projeto que mudaria sua vida: a criação do Mac.

3. J. K. Rowling

Autora do fenômeno global Harry Potter, J. K. Rowling se dedicou, durante três anos, a dar aulas de inglês em Portugal, deixando a Inglaterra durante esse tempo. Foi lá, na cidade do Porto, que ela transformou a ideia da série em realidade, escrevendo os três primeiros capítulos do livro Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Como planejar seu ano sabático

Para fazer um ano sabático, é necessário um planejamento sólido. Confira, a seguir, os principais passos antes de iniciar esse período:

1. Estabeleça o seu objetivo

O primeiro passo é definir o seu objetivo com o ano sabático. É entrar em contato com novas culturas? Fazer um curso? Aprender uma nova língua?

Com essa definição, crie um plano de ação: um guia do que você vai fazer durante o período sabático. Em outras palavras, é a definição das ações que você vai realizar para alcançar seu objetivo.

2. Entenda quais experiências são relevantes

Em um artigo para a The Muse, Natalie Jesionka, editora da revista Shatter the Looking Glass, afirma que é importante reconhecer as experiências que são úteis para a carreira. Como exemplos, ela menciona assistir a palestras, ser voluntário e participar de um projeto. 

“Tente identificar experiências que utilizem suas habilidades, ajudem você a dominar novas e ofereça algo único para futuros empregadores e colegas”, recomenda a autora.

3. Faça um planejamento financeiro

O próximo passo é se planejar financeiramente. Como você não vai estar trabalhando, é importante montar um plano para se manter bem durante o período sabático.

Além de colocar todas as suas despesas em uma planilha, tente cortar e reduzir gastos. Alguns sacrifícios agora poderão valer bastante mais tarde.

Depois, crie um orçamento do ano sabático para descobrir o quanto você precisa para realizar esse sonho. 

4. Comece a investir

Outra etapa do planejamento financeiro é investir. Dessa forma, você vai criar sua reserva mais rapidamente.

Nessa jornada, é necessário avaliar o período que você tem antes de fazer o período sabático para escolher o melhor investimento. Para o curto prazo, é interessante investir em renda fixa, em títulos públicos e privados, como Tesouro Direto e CDB, por exemplo.

5. Informe o ano sabático à empresa e aos familiares

Uma etapa importante é a comunicação do ano sabático ao seu empregador, aos familiares e aos amigos.

Para a família, é importante principalmente se você mora e divide as despesas com pais ou cônjuge. Para a empresa, pode ser até mesmo uma forma de avaliar se o empregador tem disposição para oferecer o período sabático, garantindo que você tenha acesso ao cargo posteriormente.

Com essas dicas em mente, você já está preparado para começar o planejamento. E então, quais são os seus próximos passos? Compartilhe este artigo, rabisque suas primeiras ideias e mãos à obra.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.